7 baratezas que você deve comer na Ásia

Claro que cada país tem os highlights da gastronomia. Decidi colocar as delícias baratezas que me surpreenderam durante a viagem e, em breve, adicionarei receitas gostosinhas pra vocês cozinharem em casa e se sentirem a Ana Maria Braga.

1. Vietnã > Panqueca de arrozpancake vietna vietnam food culinaryOOOO lá em casa essa panqueca! Crocante, com direito a crecs e crocs, a panqueca ganhou destaque e o topo desta lista por ser versátil, fácil de fazer e mega gostosa!! E tipo…pode por tudo dentro que vira um taco!! Esse papel que parece guardanapo é de arroz! Riception

2. Tailândia > Pad Thai
padthai food thailand tailandia culinaria comidaSuper easy de encontrar nas ruas tailandesas, o pad thai é um dos pratos mais apreciados. Além disso, não é nada apimentado, só se você adicionar errar os temperinhos que acompanham (umas pimentinhas secas raladas, óleo de peixe, sal, amendoim, limão, outro tipo de pimenta). Nham!!!

3. Indonésia/Vietnã > Banana chipsbanana chips bali indonesia vietnam culinary comida foodCrocante por fora e macia por dentro! Só pecou por não ter açúcar e canela D: A versão vietnamita tem coco ralado por fora, uma dádiva dos deuses 😀

4.Tailândia> Snack doce da ruadoce rua tailandia thailand food culinary street
Perguntei pra uma amiga tailandesa e o nome dessa delícia é Kanom Buang ou Thai Crispy Pancake! Você olha de lado pra moça fazendo na hora, numa barraquinha tipo de pipoca, e pensa que é salgado, mas na verdade é doce supremoooo!! Deveria ter comprado um pacote gigante. 

5. Amok > Cambojaamok cambodia camboja food comida culinaryApesar de ser um curry :p  o Amok é bem gostosinho, tem leite de coco e é servido em um coco!!! E diz a lenda que não é pra ser apimentado (gente, eu não sou muito fã de pimenta, então essa lista é meio tendenciosa aheuahe).

6. Malásia > Esse prato ai com mandiopã
malasia malaysia asian cuisine comidaReceita chinesa com molhinho doce e abacaxi!! Destaque para a massa crocante que dá um tcham no prato!

7. Vietnã > Caranquejo com tamarindo
Dá trabalho comer caranquejo, mas se você tiver a ferramenta certa + cerveja mais barata do muuuundo + praia nada pode dar errado!! E o tamarindo…sabor especial totalmente diferente!!!carangueijo tamarindo vietna culinary vietnam

E para finalizar, o anúncio de uma barraquinha de rua em Bali. 😀pombo comida pidgeon culinary indonesia balihá piada salcifufu yeye

Anúncios

Pastel e outras gordices

Como comentado no post anterior, reuni uma galera mais chegada para comer uns quitutes na minha casa. Estava com muita vontade de comer pastel (acho que desde junho :3) e como aqui non ecsiste, resolvi meter a mão na massa, a cara e a coragem também. Vamos à receita.

PASTERU / PASTEL

Tempo de preparo: 30min em diante
Rendimento: indeterminado

INGREDIENTES

1 kg de farinha de trigo (e muito mais pra por na mesa)
2 colheres de sopa de óleo
2 colheres de chá de sal
2 colheres de sopa de aguardente (como PINGA é artigo de lu$ho, coloquei vinagre mesmo)
Muito óleo para fritar
Água para dar ponto

Recheio:

1 kg de carne moída
3 ovos cozidos
2 cebolas
5 dentes de alho
1 colher de sopa de manteiga (aff nem vi que precisava u.u)
100 g de azeitona sem caroço (se você for RYCO)
Salsa e cebolinha
Sal
Pitada de pimenta do reino

Faça o recheio primeiro para esfriar de boa. Cozinhe os ovos. Frite a cebola e a carne e adicione o alho picado. Tempere com sal, pimenta e amor. Corte os ovos em pedacinhos e coloque a salsinha.

Em um recipiente coloque a farinha, o óleo, a aguardente / vinagre e o sal. Vai misturando com as mãos e adicionando água morna. Detalhe: a receita que segui não tinha a quantidade de água, então fui na fé. Não deu muito certo, então coloquei mais farinha…mas tipo, muito mais farinha até atingir o ponto certo. A massa não deve grudar na mesa, vai amassando com vontade e com amor. Caso tenha um amigo japonês, peça a sua colaboração para transmitir a tradição milenar de fazer pastel (“meu pastel é mais barato”). Caso não tenha essa alegria e destreza, amasse eternamente até atingir o ponto. Divida a massa em bolinhas e estique cada uma na mesa, recheie e feche. A produção aumenta se aplicar fordismo na parada: um amassa e faz as bolinhas, outro estica a massa, outro recheia, outro fecha e outro frita. Aí sim senti firmeza. Claro que a maioria só queria saber da etapa final: comer!! XD

O primeiro modelo saiu muito monstruoso..nesse momento senti minha esperança e meus sonhos sendo sugados por um dementador. Mas daí tentei mais umas três vezes e deu certo, pois descobrimos o método das bolinhas :3pastel gordices aniversario angela achievement guild warsOrgulho e amor no coração. De sobremesa: Pavlova (mencionada aqui), brigadeiros e brownie da Lu :3 E ainda ganhei achievement unlocked.

b-day

Domingo passado foi meu aniversário e decidi fazer um pub crawl!  Vamo lá na wikipedia portuguesa pois ora pois es muito mais engraçada

“Um pub crawl ou maratona de bares (conhecido em Portugal como rally-tascas) é o ato de visitar e ingerir bebidas alcoólicas em uma quantidade de bares em uma única noite com um grupo de amigos. É supostamente chamada de “rastejada” pelo fato das pessoas literalmente rastejarem de um bar ao outro após ficarem bêbados após algumas rodadas nos primeiros bares. De acordo com o dicionário de Inglês Oxford, o termo (incluindo variações como gin crawling e beer crawilng) tem sido utilizado desde o final do século XIX. Os bares escolhidos para a rota podem ser selecionados de acordo com um tema”

O que não aconteceu: rastejada, porque os bares escolhidos tinham o seguinte tema em comum: cobravam entrada. Troféu jóinha. Tem uma empresa que faz pubcrawl aqui em AKL, mas me pareceu muito vagabundo pelas fotos e decidi não gastar os 25 dólares em bar vazio (e muita gente não gostaria de ter esse gasto também). Enfim, o planejado era andar aleatoriamente, sem rumo, sem lenço e com documento, pois se não mostrar na entrada pro senhor segurança você não entra em lugar algum e ainda fazem um double check em casacos caso você seja usuário de turbante.

O roteiro foi esse:pubcrawlO Provedor foi o ponto de encontro, pois quase todos os BR vão lá e já conhecem. provedor_auckland_bar_nzDali fomos para a versão kiwi do Soviet, o Lenin. Muito bom, meio baladinha, se entrar até as 23h não paga ingresso. Tem uns degraus onde você pode dançar com mais espaço e enxergar um monte de periguete. E ainda ganhei uma tequila de aniversário free do barman. 140% de aprovação do Putin. tequila_lenin_auckland_barlenin__auckland_barFomos para o Roxy e região onde todos todos os bares cobram entrada de 10 pila pra cima. OH GOD WHY. Como todas as bebidas custam isso dentro do bar e o dobro em reais, precisamos de outra solução. Porém paramos no BK pra comer alguma coisa rápida e nada saudável.

Por alguma razão parei de tirar fotos aqui. E é sério, não estou escondendo fotos por causa de micos ou coisa assim. Foi lapso de memória mesmo.

O próximo bar era o Jett, mas já na entrada vimos uns maoris gigantes e muito mal encarados (mas as meninas  ganhavam, gente, muito medo, se olhar torto é capaz que te joguem no chão e espanquem com o salto). E ainda ameaçam o cara que checa a identidade na entrada “sou maori e blabla tenho direitos e amigos e sou blogueira da capricho”. Corremos para o QF Tavern.. tinha gente bonita, gente que dançava bem (tinha uma encarnação do MJ lá), gente sem noção. Foi divertido. Recomendo 😀

Daí o bolo chegou. Sim um bolo “surpresa” dos indianos. Segundo a minha fonte fiel direta da India, Karin T., é comum indiano levar bolo no aniversário, meter a mãozona e passar no rosto do aniversariante. Ainda bem que estes tem noção do perigo e não fizeram isso. cake_papelao__auckland_barFaca e pratinho improvisados com papelão ._auckland_bar  Eles tem bom coração, só são estranhos as vezes (80% do tempo).

Continuando o roteiro, o Waterfront fica ali do ladinho, é bem frequentado por outros indianos e desta vez cobravam entrada. Fomos para o Snapdragon que estava lotado e até tiraram gente do segundo andar pra não ter perigo de desabar. Tocou música dos meus tempos de lan e CS, pura nostalgia. Gostei. Fomos para casa na chuva (dentro do carro, valeu Lu :D) porque o dia seguinte prometia pastel :D. A receita fica pro próximo post.

Tekapo

Chegamos no final da tarde em Lake Tekapo, um lago menor que o Pukaki e maior que o Ohau. E este é o último post sobre lagos, chega né, tá muito repetitivo. Enfim, a cidade é minúscula, tipo menor que Mallet.laketekapofrioFrio entrando na sua alma, rasgando sua carne até chegar nos ossos.

Tava muitomuitomuito frio que nem queria sair para pesquisar hostel pra ficar, mas como íamos passar muito frio a noite, decidi que era melhor dar um bizu nas redondezas. Estavam quase todos cheios, exceto um, onde o lugar não era lá essas coisas e ainda a Ms Simpatia (a dona) nos tratou como meliantes. Mas né fazer o que. Ganhamos nossa internet de 20mb (isso não é velocidade, fica a dica) e ficamos por lá. Conversei com umas alemãs e jogamos Renata (o jogo do C ou S mas em inglês).monza Um ‘monza’ wtf

No dia seguinte saímos e vimos esta paisagem linda!tekapotekapo2 Muito cuidado pra não escorregar no gelo e quebrar os dentes.churchtekapoIgreja do bom pastor.  Hmmm imagina acordar as 6 da manhã pra ir na missa  e ficar ai dentro por uma hora ou mais. Muita força divina.friododjanhoAté abotoei a jaqueta errada na pressa, frestas congelantes!tekapo3Tem um café chamado Run 77, bem peculiar e rústico, com tortinhas bem gostosas! Uma passadinha lá é altamente recomendada! 😀20130717_092153

Surpresa na estrada

Recapitulando pra quem perdeu: trajeto de Queenstown até Christchuch Parte II: Wanaka até Lake Pukaki.mapa wanakaSempre sempre tire foto do seu mapa, pois você pode perdê-lo e o Ipad não é suficiente. #ficadica Olha aquela cidade ali Tarras, muito nome medieval véi!

Após o hotel antigaço, dirigimos até Wanaka e o lago homônimo, sendo o quarto maior lago da NZ com 192 km2  com 300 m de profundidade O.o. Muitos muitos vulcões e geleiras pra criar tantos lagos e montanhas num lugar só fala sério. wanaka2Pena que o dia estava nublado e friozinho. Wanaka tem umas paradas aventurescas e mortais, tipo Skydiving, snowboarding, escalada e pescaria (vai que tem um monstro nesse lago).wanakaAlém do lago não tem muita coisa pra ver na cidade, a qual é pequena com várias lujinhas. O bizu é visitar cachoeiras, subir montanhas, pedalar por aí…atividades para o verão com muito sol pra pele ficar morena cor do pecado.sanduiche fracoAproveitamos o visual para almoçar um sanduba esperto.Deu moh peleia entre patos e gaivotas nesse momento, estavam todos famintos e sedentos por qualquer coisa que caísse da nossa mão, se marcar comiam até dinheiro. O André foi perseguido por uns 20 patos durante uns cinco minutos e conseguiu sair vivo depois de muito tenkan (esquivas). Dali pegamos a estrada de volta em direção a Twizel para ver cenários do Senhor dos Anéis. Entramos na cidade e vimos que teria que dirigir um bocado, entrar nas fazendas até aparecer alguma coisa hobbitiana e desistimos pois já estava escurecendo e os albergues ali não foram muito convidativos. Continuamos tristes o caminho, mesmo porque não esperávamos lugares surpreendentes após Milford Sound. Mero engano.lindispassdocoracaoEssa imagem fantástica tem ZERO ZERO de photoshop. Só muita astúcia, técnica, amor no coração de quem vos escreve e câmera boa da sony (daquelas que era pra ser reba, porém capricharam na bichinha).   Esse é o ponto Lindis Pass, o mais alto (971 m) da estrada State Highway 8 entre Cromwell e Omarama. Se eu não estivesse passando tanto frio e tossindo os pulmões pra fora, teria ficado aí por uns cinco minutos. Fiquei realmente impressionada….até o lugar seguinte.lake pukakiFoto roubada honestamente do André Matos (calma gente, não tem nada a ver com Angra). lake pukaki 2Esse sim é ‘O’ lago com efeitos espelhados. Nossa querida Wikipedia diz que o lago Pukaki é azul devido a “alimentação glacial” de partículas de rocha extremamente finas vindas das geleiras. Isso necessita um meme.yeahsciencebitch

Dorgas mano, muita metanfetamina ali e da azul ainda XD… como não sou cientista, eu prefiro acreditar que é mágica e que quando não tem ninguém admirando o lago surgem unicórnios, pirilampos e arco íris.

Pavlova

Dá comer isso o dia inteiro até morrer diabeticamente

Trata-se de um merengue com cobertura suprema de fruta, crocante por fora e macio por dentro. Ou seja, um suspirão! Esta sobremesa foi criada em homenagem à bailarina russa Anna Pavlova na década de 20 por algum chef aleatório, mas para não ele não ficar no vácuo vou chamar ele de Jorge. Até hoje a Nova Zelândia e a Austrália brigam pela criação da Pavlova que na verdade é russa. Mais fácil teria sido se Jorge tivesse publicado seu livro com a receita, mas, devido à recessão, muitas gráficas fecharam e ele não conseguiu publicá-lo. Ficou no esquecimento forever.

Conta aí Jorge, cmo fas/

>4 ovos,
>250 g açúcar,
>2 colheres (chá) amido de milho,
>1 colher (chá) Vinagre de vinho branco
>Uma batedeira massa ou muito tempo, braço e paciência

Preaqueça o forno a 180°C e forre uma assadeira com papel manteiga.
Separe a clara da gema e bata as claras em neve até atingir um ponto que fique com uma aparência ‘acetinada’, mas sem estar duro. Vai na fé que dá certo. Coloque o açúcar aos poucos, uma colher de sopa de cada vez, até que a mistura fique firme e resplandecente, tão brilhante quanto um vampiro infanto-juvenil. Daí pare de bater tudo!!!!Acrescente o vinagre e o amido de milho com cuidadinho, se por muito pode dizer adeus à crocância!

Faz um montinho bem no centro pra não melecar o forno

Coloque a mistura na assadeira num formato qualquer. Analise a topografia e conserte os desníveis. Coloque no forno na temperatura 150ºC e vá passear com o cão. Volte em uma hora e verifique se a massa está partida em alguns cantos, coloque um palito pra ver se está sequinha e úmida ao mesmo tempo.

Se partir tá certo.

Desligue o forno e vá dormir, pois a massa deve esfriar completamente pra por a cobertura.

Cobertura
>Amoras diversas do saquinho comprado no mercado, se não tiver, se vira nos 30.
>Açúcar
>Canela

Coloque na panela as amoras e deixe derreter. Adicione açúcar e canela como quiser.
Fogão elétrico gente! Vish, se dá problema ele desliga sozinho u.u

Corte a massa e despeje a cobertura magnífica por cima! Esbanje alegria e phynesse.