Os sorrisos de Angkor

bayon templo camboja janela vista rosto   Decidi voltar pro mato.

Imagine um muro que “corre” um quadrado gigante de 9 km² e seus vértices localizados exatamente nos quatro pontos cardeais. No centro, um templo com várias torres e faces sorridentes. Tudo isso no meio da selva.
Bayon-temple Croftiando por ai. (by Wikipedia)Bayon Temple Reflection at SunriseSugiro salvar esta foto By Essence in Photography 

Bem, pra chegar lá é fácil. Depois do Angkor Wat, o Bayon é o próximo templo na rota tradicional do seu motorista do tuk tuk , então ele já tá sabendo das tretas. 😀 Pode ir de bicicleta também, boa sorte com a poeira.
tuk tuk loko
Só espero que você não pegue um tuk tuk lokão

Menina linda super sorridente! Andar de tuk tuk é super divertido, ainda mais com o nosso motorista buzinandinho, fazendo careta, subindo a viseira do capacete (Achou!!) , dando tchau….bayon templo camboja tuk tuk menina sorridenteO Bayon é o templo central da cidade Angkor Thom e foi construído por volta de 1190 a.c pelo rei Jayavarman VII (o mesmo do Ta Phrom), cem anos depois do Angkor Wat. Também faz parte do grupo de templos mais enigmáticos: pelo simbolismo, pela própria estrutura e pelas faces em si, que podem ser do rei (que se considerava um rei-deus) ou de “seres iluminados da compaixão” chamados Avalokitesvara ou Lokesvara. Este templo é a expressão do estilo barroco khmer, sem paredes e com a impressão de estar “comprimido”,  total oposto do estilo clássico do Angkor Wat.bayon templo camboja rosto
contraste de cores camboja bayon
Contraste de coresbayon templo camboja khmer dancePessoal vestido para realizar a  tradicional dança khmer e ganhar uma grana extra. Como no Angkor Wat, a quantidade de turistas é enorme (90% japoneses, pra variar, tinha uma excursão rolando, só pode!!!). Fica difícil de tirar umas fotos boas sem ninguém.

As paredes possuem relevos que retratam o cotidiano, batalhas navais, marchas com elefantes, catapultas…São mais de 11 mil figuras gravadas na pedra, totalizando 1,2 km de parede!1200px-Bayonnavalbat01Batalha naval com corpos ao mar no meio dos peixes gigantes (by Wikipedia)Bayon_Angkor_Relief1Elefante estiloso! (by Wikipedia)

Como eu acredito que essa batalha terminou:
legolas-kills-oliphant-o

E na saída:
bayon templo camboja mongeMonge super fashion, curtindo a moda do animal print. AMEI!!!
what
Comassiiiiiiimmmm Também quero uma!

7 baratezas que você deve comer na Ásia

Claro que cada país tem os highlights da gastronomia. Decidi colocar as delícias baratezas que me surpreenderam durante a viagem e, em breve, adicionarei receitas gostosinhas pra vocês cozinharem em casa e se sentirem a Ana Maria Braga.

1. Vietnã > Panqueca de arrozpancake vietna vietnam food culinaryOOOO lá em casa essa panqueca! Crocante, com direito a crecs e crocs, a panqueca ganhou destaque e o topo desta lista por ser versátil, fácil de fazer e mega gostosa!! E tipo…pode por tudo dentro que vira um taco!! Esse papel que parece guardanapo é de arroz! Riception

2. Tailândia > Pad Thai
padthai food thailand tailandia culinaria comidaSuper easy de encontrar nas ruas tailandesas, o pad thai é um dos pratos mais apreciados. Além disso, não é nada apimentado, só se você adicionar errar os temperinhos que acompanham (umas pimentinhas secas raladas, óleo de peixe, sal, amendoim, limão, outro tipo de pimenta). Nham!!!

3. Indonésia/Vietnã > Banana chipsbanana chips bali indonesia vietnam culinary comida foodCrocante por fora e macia por dentro! Só pecou por não ter açúcar e canela D: A versão vietnamita tem coco ralado por fora, uma dádiva dos deuses 😀

4.Tailândia> Snack doce da ruadoce rua tailandia thailand food culinary street
Perguntei pra uma amiga tailandesa e o nome dessa delícia é Kanom Buang ou Thai Crispy Pancake! Você olha de lado pra moça fazendo na hora, numa barraquinha tipo de pipoca, e pensa que é salgado, mas na verdade é doce supremoooo!! Deveria ter comprado um pacote gigante. 

5. Amok > Cambojaamok cambodia camboja food comida culinaryApesar de ser um curry :p  o Amok é bem gostosinho, tem leite de coco e é servido em um coco!!! E diz a lenda que não é pra ser apimentado (gente, eu não sou muito fã de pimenta, então essa lista é meio tendenciosa aheuahe).

6. Malásia > Esse prato ai com mandiopã
malasia malaysia asian cuisine comidaReceita chinesa com molhinho doce e abacaxi!! Destaque para a massa crocante que dá um tcham no prato!

7. Vietnã > Caranquejo com tamarindo
Dá trabalho comer caranquejo, mas se você tiver a ferramenta certa + cerveja mais barata do muuuundo + praia nada pode dar errado!! E o tamarindo…sabor especial totalmente diferente!!!carangueijo tamarindo vietna culinary vietnam

E para finalizar, o anúncio de uma barraquinha de rua em Bali. 😀pombo comida pidgeon culinary indonesia balihá piada salcifufu yeye

Invadindo tumbas

E vocês achavam que um único post sobre o Angkor era suficiente para este blog? Pobres leitores desavisados e iludidos. Ai ai.lara croft tomb raider smile angkor

Este post é sobre o TEMPLO MAIS MASSA EVER desse complexo gigantesco chamado Ankgor! AEWOOOOOO /O/ O Ta Prohm!!!

O Ta Prohm é o sonho de consumo de qualquer aspirante a arqueólogo ou jogadores de videogame (Ahhh Tomb Raider, quantos anos me aventurei nas histórias mirabolantes no meio da selva, areia, dinossauros e mafiosos italianos…sdds)!! Porque videogame é cultura!! 😀  Não é a toa que a Lara Croft andou por aí. E eu também. O Camboja entrou para a minha lista de destinos há alguns anos somente por causa deste lugar. Fala sério véi, vale muito a pena!

O Ta Prohm (repetindo, só pra reforçar e gravar esse nome na mente de vocês) foi deixado como foi encontrado, ou seja, totalmente em ruínas, lindo no meio da selva! Algumas modificações foram acrescentadas com o tempo, como estruturas suporte para raízes e para algumas construções,  para “estabilizar algumas ruínas, permitir o acesso e manter a condição de abandono aparente” (Wikipedia <3). Algumas plataformas foram construídas estrategicamente nas partes mais legais para evitar futuros danos devido ao aumento do fluxo de turistas. Uma pena, pois é muito mais divertido desviar das pedras gigantes do que pisar em deques.ta phrom entrance tomb raider temple klaus

E se tivesse uma criança fantasma correndo por ali, você seguiria? Se eu tivesse um par de pistolas sim.

ta phrom structures roots ruinsSeguraí suporte!!!

Em toda parte há um mistério, principalmente se você não sabe por onde veio e não tem  a mínima ideia para onde vai. Me perdi muitas muitas muitas vezes e não tinha reparado na árvore desta foto.ta phrom hidden human figure rootsNotei que um guia apontava para a árvore e só daí que vi o rosto mocado entre as raízes. Muito macabro!!! Fez alguma macumba para as raízes não o esconderem pelo resto da eternidade. E imagina se houvesse estátuas pelo templo, teria que dar umas acrobacias croftianas e quebrar tudo.
tomb raider shooting statue lara croft angelina 1tomb raider shooting statue lara croft angelina 2

Lança de dois mil anos?! Nah, vai essa mesmo.angela croft ta phrom angkorMedkits sempre estão nos lugares mais óbvios, como atrás de colunas. fikdik  de cosplayta phrom tombr raider tree awesome 2Geeeeeeente olha essa árvore meodeosdoceo eu quero uma dessa na minha casa! Sério, olha essas raízes, totalmente fantástico!!ta phrom tombr raider tree awesome
Essa árvore…demoramos uma eternidade e um apocalipse pra encontrar e não íamos sair do templo sem vê-la!! Andamos por tudo e quase desistimos, mas viramos à direita na entrada e PLIM! lá estava ela sorridente ❤ Muito amor no coração.

Não ficou satisfeito? Dá uma olhada neste panorama a que encontrei. Disponha 😀

Busão do capiroto

De Ho Chi Minh city ou HCMC partimos em direção ao Camboja. Pegamos um esquema do hotel mesmo, um busão limousine (tá escrito assim mesmo na passagem) da empresa Mekong Express às sete da manhã pra chegar em Phnom Penh às três da tarde. Ganhamos água, bolachinha gostosa de coco e o conhecido lencinho umedecido para as mãos e tinha um adesivo de wifi, mas né, daonde, que migué internet no busão pfff….e não tinha mesmo! Visto de fora ninguém dá valor pro busão…visto de dentro também.

20131005-210324.jpgCortininhas anos cinquenta e novelinha cambojana na tv.

Chegamos na fronteira, carimbaram o passaporte e andamos mais um pouco para a imigração cambojana. Como pagamos cinco dólares a mais (só o visto custa 20 usd) a busomoça (a tiazinha do busão) resolveu todas as tretas, pagou umas propinas e ganhou uma comissão para colarem o visto na página do meu passaporte.

Paramos para almoçar num Sinuelo da vida e só tinha comida bizarra, mas parecia gostosa. Peguei um coco pois não estava com fome e sabe lá deus o por quê de meu estômago estar estranho. Acho que foi a água viva que comi no dia anterior XD (crocante por fora e líquida por dentro).

Para a minha surpresa, o busão realmente tem wifi, mas só dentro do território do reino do Camboja. Subiu da categoria reba para phynesse e lu$ho!!!!

20131005-211155.jpg
Saída do ferry. Detalhe para o porquinho em cima da moto e a felicidade do “tratorista” 20131005-211204.jpg
Maioria das paisagens aqui é assim. Chegamos no horário marcado em Phnom Penh.

Já a viagem de busão para Siem Reap foi um desastre. Saímos as sete da manhã e chegamos NOVE horas depois. Gente, a estrada estava muito esburacada por causa da chuva e era um lamaçal pra tudo quanto é lado, colocaram KARAOKE super alto na tv, tinha pelo menos sete crianças choronas junto com as mães, goteiras nas poltronas da frente e motos no bagageiro sujando todas as mochilas. Eu não sei o que era pior na programação: as músicas cambojanas, uma pseudocomédia com público tipo Silvio Santos (troca a Maisa por uma tiazona e mantêm a voz aguda e a pentelhice) ou um filme do Bruce Lee(!) dublado em cambojano estilo tela class/kung pow com legenda em inglês nada legível com as minhas dioptrias..ser míope sucks!!! Além do som alto da tv alguns espertinhos ligavam a música no celular sem fone de ouvido. Inter 2 feelings.

tumblr_m4ozive1z91r79k32

O jeito é se conformar e colocar os fones de ouvido.

20131005-211010.jpg
As cortininhas permanecem. Tio secando o”porta mala”. Só faltou uma galinha viva nessa viagem, mas essa história fica para outro post.

No fim da viagem nos largaram em um buraco lamacento, sem civilização alguma nos arredores, só a visão esplêndida da beleza dos motoristas de Tuk Tuk desesperados pelo nossos doláres. Mas saímos vivos!!!!! Busão no Camboja nunca mais #fikdik