Um trem e muitas histórias

Pegar trem no Vietnã é bom, barato e bonito. A paisagem é linda (se não estiver chovendo e de noite), as pessoas te tratam bem e se tiver sorte pega uns malucos legais na mesma cabine. O ruim é pegar o banheiro errado e só ter um buraco no chão. Se seguuuuura!!!!!!
trem vietna asia viagem transporte
Neste site tem vários horários etc http://www.seat61.com/ticket trem vietnam transporte
Se tiver dificuldades pra comprar o ticket, peça pro pessoal da Guest House te ajudar, normalmente eles compram pra você de boa 😀trem vietna asia viagem transporte 2Casal de ingleses que distribuíram comida e bebida 😀

Maaas também podem acontecer coisas hilárias.

Quando cheguei na cabine havia um casal vietnamita sentado na cama. Os dois bem pequenininhos, encolhidos e até com receio de mim. “Opa”, subi na cama e deixei a minha mochila na cama de cima (pois é uns dois doláres mais barato XD). Quando desci, quase pisei na bagagem deles…que pressentiu o movimento e desviou fazendo um som característico: “POCÓ”!!!!!! Oh lord, UMA GALINHAAA!! Sai da cabine e “me parti” de tanto rir, pois sempre ouvia histórias do meu pai contando que transportavam tudo no trem de União até arredores e galinhas *ilegais* eram bem comuns.  Quando voltei para o trem, o casal não estava mais lá…e nem a galinha.  Passando o alvoroço, depois de contar pra todos os gringos a história da kitchen (sim, dislexia total mode on) passou uns tios gritando alguma coisa e era hora da janta!!!chicken soup vietnam train transportTARAMM!! SOPA DE GALINHAAAAA!! que dózinha dela gente ;.;  partiu pra outro destino

Enfim, trem é bom, mas veja se não vale a pena pegar avião porque os preços das passagens são quase iguais e demora muito menos (pagamos em torno de U$ 50 pra uma hora de voô versus 13h de trem). Ficamos presos em uma cidade chamada Da Nang devido a um tufão, o trem atrasou e pegamos um hotel chinfrim. O trem desistiu da vida porque tava tudo alagado, pegamos o dinheiro de volta e compramos passagem de avião. Problema resolvido.

Anúncios

7 baratezas que você deve comer na Ásia

Claro que cada país tem os highlights da gastronomia. Decidi colocar as delícias baratezas que me surpreenderam durante a viagem e, em breve, adicionarei receitas gostosinhas pra vocês cozinharem em casa e se sentirem a Ana Maria Braga.

1. Vietnã > Panqueca de arrozpancake vietna vietnam food culinaryOOOO lá em casa essa panqueca! Crocante, com direito a crecs e crocs, a panqueca ganhou destaque e o topo desta lista por ser versátil, fácil de fazer e mega gostosa!! E tipo…pode por tudo dentro que vira um taco!! Esse papel que parece guardanapo é de arroz! Riception

2. Tailândia > Pad Thai
padthai food thailand tailandia culinaria comidaSuper easy de encontrar nas ruas tailandesas, o pad thai é um dos pratos mais apreciados. Além disso, não é nada apimentado, só se você adicionar errar os temperinhos que acompanham (umas pimentinhas secas raladas, óleo de peixe, sal, amendoim, limão, outro tipo de pimenta). Nham!!!

3. Indonésia/Vietnã > Banana chipsbanana chips bali indonesia vietnam culinary comida foodCrocante por fora e macia por dentro! Só pecou por não ter açúcar e canela D: A versão vietnamita tem coco ralado por fora, uma dádiva dos deuses 😀

4.Tailândia> Snack doce da ruadoce rua tailandia thailand food culinary street
Perguntei pra uma amiga tailandesa e o nome dessa delícia é Kanom Buang ou Thai Crispy Pancake! Você olha de lado pra moça fazendo na hora, numa barraquinha tipo de pipoca, e pensa que é salgado, mas na verdade é doce supremoooo!! Deveria ter comprado um pacote gigante. 

5. Amok > Cambojaamok cambodia camboja food comida culinaryApesar de ser um curry :p  o Amok é bem gostosinho, tem leite de coco e é servido em um coco!!! E diz a lenda que não é pra ser apimentado (gente, eu não sou muito fã de pimenta, então essa lista é meio tendenciosa aheuahe).

6. Malásia > Esse prato ai com mandiopã
malasia malaysia asian cuisine comidaReceita chinesa com molhinho doce e abacaxi!! Destaque para a massa crocante que dá um tcham no prato!

7. Vietnã > Caranquejo com tamarindo
Dá trabalho comer caranquejo, mas se você tiver a ferramenta certa + cerveja mais barata do muuuundo + praia nada pode dar errado!! E o tamarindo…sabor especial totalmente diferente!!!carangueijo tamarindo vietna culinary vietnam

E para finalizar, o anúncio de uma barraquinha de rua em Bali. 😀pombo comida pidgeon culinary indonesia balihá piada salcifufu yeye

A Notre Dame Vietnamita

wat?? Pois é, isso mesmo, uma réplica da Notre Dame de Paris em Saigon. E o mais interessante: todos os materiais foram importados da França!! Mas como assim Angie? Senta que lá vem história!!
sentaquelavemhistoria

O Vietnã foi colônia francesa de 1862 a 1954, herança de Napoleão, tempo suficiente para criar um alfabeto vietnamita (essa história eu conto depois), ensinar francês para a galera e construir uns prédios legais . Naquela época a região era conhecida com Conchinchina. Somente em 1947 passou a ser chamada de República do Sul e outra do Norte do Vietnã, tudo território/governo bonecos da França, até dar umas tretas fortes aí com a França, que perdeu tudo. 

Maaaas o que essa igreja ae tem a ver com as paradas? Bem, o problema é que o presidente do sul do Vietnã, Ngô Đình Diệm, era membro da minoria cristã e conduziu políticas contra a maioria Budista, ou seja, 70 a 90% da população. Cristãos tinham privilégios no exército, na aquisição de terra, comércio, impostos…e até armas foram distruibuídas em vilas católicas (algumas convertidas de forma nada pacífica) para repelir guerrilhas vietcongues. Padres tinham pequenos exércitos, pagodas foram destruídos e saqueados e a igreja católica era a maior dona de terras vietnamitas.

Aí surgiu outra rebelião norte x sul, norte com apoio chinês e outros comunistas e o sul resolveu chamar os americanos de vez, pois já havia abastecimento de materiais bélicos e de oficiais para evitar a propagação do comunismo. Esse evento culminou na Guerra do Vietnã ou Guerra dos Estados Unidos, dependendo de onde você está, e durou quase 20 anos, de 1956 a 1975, quando o norte vietnamita capturou Saigon. No meio de tanta treta, Diệm foi capturado e assassinado pelo exército e muitos acreditam que foram ordens de Ho Chi Mihn (o líder comunista que unificou o país e está presente em quase todas as casas em forma de retrato :D). Consequentemente, muitos cristãos foram perseguidos até e após a formação República Socialista do Vietnã. Muita gente sumiu misteriosamente, mandados para campos de reeducação *cof cof*  trabalho forçado.

Mas voltando ao lado bonito da coisa, aí vai algumas comparações dentro e fora, Paris e Saigon respectivamente.catedral saigon notre dame paris outsidecatedral saigon notre dame paris inside

Aaaahh e os noivos tirando foto da frente da igreja SÃO 99,9% asiáticos.bride paris asian notre dame france
Pra Paris vão os rycos, porque olha, se o Euro tá alto pra gente, imagina pro pessoal da Ásia.
bride saigon asian notre dame vietnam Mas no Vietnã elas não perdem a pose e beleza 😀 

Hoi An no coração

Hoi An é uma cidade pequena na região central do Vietnã. Para chegar lá pegamos o ônibus estiloso, lu$ho e phynesse por quatro dólares que demorou três horas (parando uns 20 min para o café) para chegar ao destino.busao hoi an vietnaSim, esse é o fundo do busão: camas no segundo andar (!!!!) e ar condicionado.

Hoi An quer dizer “lugar de encontro tranquilo” e historicamente, a cidade se chamava Faifo, que soa muito mais divertida que o nome atual para falar a verdade. Há séculos amém, a região era ponto de venda de especiarias e acúmulo de ryqueza. Hoje várias lujinhas vendem bolsas, lanternas, esculturas e outros cacarecos para a tristeza da minha carteira (aliás, comprei uma nova aqui!). Também existe a possibilidade de você mandar fazer um vestido/terno sob medida: fazem qualquer modelo com o tecido e a cor que quiser para o dia seguinte! Um normalzinho sai por 20 USD. Maaaas se barganhar, conversar, fingir que vai embora ou comprar mais de uma peça/cacareco economiza algumas verdinhas. Eles pegam a calculadora, digitam o preço e pedem pra você digitar o quanto deseja pagar. E assim vai. Digite a metade e vai negociando.lanternas lamps hoi anQueria levar umas quarenta lanternas dessa pra casa ;.;hoi an streetEssa rua só está vazia porque saimos do centrinho entupido de turistas. Aqui as lujinhas são mais baratas e para chegar é só atravessar a ponte japonesa na mocagem (na verdade não sei se tinha que pagar entrada, simplesmente passamos por ela ahueahe).bolsas mil hoi an Muitas bolsas lindas! escultor hoi an As pessoas são super acolhedoras, amor no coração!! No início, pensei que estavam sendo amigáveis porque queriam vender, mas nem sempre é assim. Gostam de conversar, passar a mão no braço (principalmente se for branquela que nem eu, acham muito bonito pele assim) e dependendo do negócio, ganha um abraço no final!guia local lokonaFoi o que aconteceu aqui! Nenhuma mãe em sã consciência deixaria o filho nos meus braços! Ele quase chorou ;.; Mas enfim, realizamos um tour planejado por duas estudantes locais e voluntárias do programa Hoi An Free Tours: elas praticam o inglês e a profissão e não cobram nada por isso, pois se divertem e fazem amigos. Experimentamos esse tipo de programa em outras cidades e posso dizer que as gurias são muito loque, dorgas total, diversão garantida do início ao fim! Recomendo.

Fomos de bicicleta até a balsa para chegar em uma ilha onde tem uma comunidade mais carente, vimos como fazem o macarrão de arroz, barcos, esculturas e tapetes.fazendo macarraoEspalham a massa de arroz (trituram o arroz milhares de vezes até virar um “leite”) em um tecido esticado na panela  e deixam cozinhar por uns minutinhos. Tiram e deixam esfriar antes de cortar em tirinhas. tecelagemUsam tapetes como tapetes ou juntam vários para dormir. 

Fato interessante: ao lado dessa casa estavam comemorando um casamento com música bem alta e ainda por cima: karaoke!!! Vish. O fervo é o mesmo em qualquer lugar: bebedeira, gente pagando mico e comida boa!

E obviamente compramos os famosos chapéus cônicos!! Partiu Mortal Kombat!!hoi an hats

Halong bay

A baía de Halong é composta por mais de duas mil ilhas de calcário gigantescas. Diz as lenda que sugiram quando um dragão emergiu das águas para defender a região contra invasores e seus barquinhos.image Compramos um pacote oferecido pelo hostel: ida e volta de van (aproximadamente três h cada), passeio de barco e almoço por 35 doláres. O nome da empresa é AST travel, o barco não tá caindo aos pedaços, o guia foi divertido e falava inglês bem claro e a comida é relativamente boa!
image
O barco faz uma pausa próxima a uma vila flutuante, onde os pescadores e suas famílias moram. Aqui você pode passear de caiaque ou barquinho por meia antes de continuar a viagem.imageNo final do percurso visitmos as cavernas Thien Cung, bem grande e cheia de luzes. o guia nos mostrou varias formas nas estalactites e para visualizar algumas, você deve ter uma imaginação muito fértil ou estar nas dorgas.67010_625544664134543_382873620_n

O retorno foi meio congestionado, porque todo mundo acaba o tour na mesma hora e a estrada é esburacada. Leve um travesseirinho para por na cabeça para não se machucar a cada buraco!!

Em Hanoi. Amém.

Para entrar no Vietnã é necessário visto. Há duas opções: mandar a papelada pra embaixada no BR ooou comprar uma carta em um site aleatório, pagar com paypal e ver se funciona quando chegar no país. Optei pelo segundo método, pois estava na NZ e foi tudo tranquilo!  http://www.vietnamvisapro.com/ site bizarro, mas funciona!! Desça as escadas do aeroporto e vá para o lado esquerdo, onde tem uma placa gigantesca escrita visa upon arrival (se for para o outro lado, terá que voltar). Só entregar a carta e o passaporte, assinar o formulário, esperar o cara colar seu passaporte na janela, entregar a foto e pimba, passar pela imigração.  Fazem muito terrorismo desnecessário. aduana muita calma nessa hora!!!

Nossa primeira aventura: pegar o busão para o centro,  pois a maioria dos taxis e vans tem esquema para cobrar mais. Trocamos alguns dólares por dongs e pagamos 7 mil dongs (30 cents)  a viagem de uma hora com o busão 7 até o centro (old quarter) de Hanoi. O ponto de ônibus é reconhecido por uma placa amarela gigante.20130928-232833.jpg

O trânsito no Vietnã é muito caótico: quase sempre andam na contramão, atravessam na frente dos outros, buzinam para tudo, levam até quatro pessoas na garupa (crianças)…Apesar dessa zona, todo mundo é tranquilo, se respeitam e não causam acidentes. Não socam a buzina com raiva como muita gente no Brasil e saem xingando ou dando tiro por aí. Para atravessar a rua é só rezar e andar de olhos fechados sem parar que o pessoal desvia!

20130928-232816.jpgSaímos a noite para passear e foi muito gostoso: brisa, chinelo e calor. Quase como andar na praia a noite! Só que não tinha uns McMaloqueiros com música alta. toda cidade a noite é mais bonita!!20130928-232824.jpg

Escalas asiáticas

Gente, a NZ fica muito longe de qualquer lugar, como que pode isso. Como me sinto após um voo de onze horas sem phynesse alguma. after flightPassagem barateza dá nisso. Saímos de Auckland as 10 horas da manhã e chegamos em Singapura as 17h. Fuck Logic. Preenchemos o formulário para entrar no país, porque pegamos outra empresa para voar o trecho seguinte.

O aeroporto de Cingapura é fenomenal, muito moderno, lindo, acolhedor e com muitas flores! Jardins com orquídeas, girassóis e carpas!! Tirei uma foto de cada flor (isso demorou muito tempo u.u). A internet é liberada e funciona decentemente. #fikdiknz
20130923-112213.jpg20130923-112251.jpg

Ainda bem que pegamos os voos com um tempo considerável entre um e outro, se não o desespero tomaria conta de mim e ficaria na vontade de fazer isto:
connection flight

O próximo vôo foi para Kuala Lumpur, Malásia, pela Malaysian Airlines. O avião é bem irado, tem uns leds azuis que dá a impressão de mais espaço. As aeromoças vestem um uniforme bem bonito e servem as coisas em bandejas, como suco e amendoim. Usamos a mesma empresa para chegar no Vietnã no dia seguinte.

O aeroporto de Kuala Lumpur é meio sem graça se comparado com o de Singapura. Dormir no aeroporto foi tranquilo, arranjamos uns sofás, colocamos as mochilas embaixo das pernas e dormimos. Claro que não foi um sono muito bom, mas melhor que dormir em cadeira por exemplo. Tinha uns quatro sofás e mais algumas poltronas em volta de uma televisão que só passava três notícias: Angela Merkel wins, atentado no Quenia e tufão Usagi, o qual passou por Hong Kong e poderia dar treta no norte do Vietnã, ou seja, bem para onde estávamos indo. Felizmente não deu.

O voo foi tranquilo, serviram arroz cozido com coco (!) e molho um pouco apimentado com camarão e peixe. Chegamos em nosso destino depois de duas horas.

Como apaguei a foto correta u.u, imaginem muitos muitos campos de arroz no lugar desse rio. 😀
20130924-193802.jpg