O combro fanfarrão kiwi: bancos, correio e internet

Não é fácil viver sem PC, principalmente se você é gamer, designer, series addicted. O tablet vai até um ponto (uma barra na verdade, pois a bateria acaba no final de todo santo dia) a partir daí a pessoa começa a desejar algo mais, A minha sorte é que eu pesquisei os preços de alguns notebooks e pcs antes de viajar e decidi trazer o meu de casa. Mas por que Angela, pra que tanto trabalho fia?? Bons motivos:

1. Preciso fazer minhas daylies do Guild Wars 2.
2. Trabalhar, porque negócios dependem de design.
3. Estudar e escrever meu artigo.
4, Postar porcarias para vocês lerem no trabalho.
Com ajuda do Sr. Robert, desmontados tudo, embrulhamos as peças internas no plástico bolha e botamos na mochila. Que Odin as proteja.
O que eu precisei comprar: gabinete, fonte, teclado e monitor. 
O que você não deve esquecer de trazer: todos os cabos possíveis (HD, internet) chave de fenda, adaptador de placa de vídeo/cabo do monitor, paciência.
 
Como tudo é muito longe em Auckland, não compensa visitar as lojas maiores e nem as lujinhas chinesas (além de que podem ser treta). Mas, para tirar a dúvida, resolvi ligar em uma delas e o preço estava maior do que a concorrência virtual. Descartada de imediato.
Escolhi comprar da www.wiseguys.co.nz . Bem organizadinha, bonitinha, parecia não dar calote, entregava no dia seguinte. Beleza. Comprei tudo exceto o monitor.
Fui no banco no dia seguinte (quinta) com o número da conta, pedido e valor, pois não existe boletos aqui, aparentemente. Já fui avisada que TALVEZ o banco cobrasse uma taxa para fazer esse depósito. Como assim, eu to pondo dinheiro no banco deles e querem cobrar por isso WAT Enfim, dei uma conversada que precisava abrir uma conta no banco, tralalalala, que não poderia hoje, mas na semana que vem sim. Paguei a parada sem taxas, yes!
Pedido confirmado, entrega somente amanhã (sexta). Enviei tudo pra escola para evitar futuros chiliques, já que comprei durante a mudança de casas. Quando cheguei na recepção com mala e cuia vi as caixas gigantescas, abri loucamente e…gabinete e teclado. Fim. Minha fonte ficou na loja, não empacotaram!! Entrega somente para segunda, pois né, correio não funciona de tarde, que isso menina, ta ficando louca é, ninguém aqui tem tanta urgência com correspondência. Não existe “Correios Sedex” e sim transportadoras “couriers”. A entrega é feita somente de manhã, pois as pessoas trabalham durante o dia e não estão em casa. Que desculpa esfarrapada! Te acordam super cedo entre 6 e 7 horas (dependendo da sua sorte) com batidas na porta, um cara pedindo assinatura e você tem apenas uma hora pra desfrutar a sua encomenda. Mais um final de semana no touch screen D:
Aproveitei e procurei um monitor usado. Os kiwis utilizam muito owww.trademe.co.nz para tudo. Para comprar e vender coisas, desde monitores a carros usados no valor 2 mil doláres :O.  Também dá pra achar emprego e gente para dividir apartamento… Quem que precisa de eBay? Comprei um monitor de 19′ por 89 doláres, relativamente uma pechincha. Se quiser, dá pra tentar o leilão também, mas sai quase o mesmo preço e não é tão disputado, emocionante e viciante que nem no eBay: a pessoa pode bobear um minuto antes de dar a oferta, não tem essa do tempo acabou e fui mais rápido. Nenhuma adrenalina corre nas veias.
O vulcão passou e segunda chegou. A fonte linda estava lá me esperando e o maior desafio também: montar tudo corretamente de forma que não queimasse ou explodisse quando o botão ON fosse pressionado pela primeira vez. Oh lord. Depois de videoconferências, pesquisa no youtube, double check no manualzinho da placa mãe e sofrimento para encaixar todos os cabos nos buraquinhos certos tive coragem e apertei o botão. Claro que rezei para todos os deuses, até os maoris, para que funcionasse direito. E sim, os coolers giraram, o pc fez bip….bip do coração, nenhuma tela azul da morte apareceu, todas minhas coisas estavam lá, sorridentes para mim.
Para completar, a internet aqui é vendida como pacotes e não velocidade. Você compra 80GB e tem isso pra gastar no mês, se gastou antes, adeus tia chica, vai pra fazenda com os carneirinhos que ganha mais. E fui avisada que 80% já tinha sido gasta. Vish. Certas empresas oferecem pacote ilimitado e não é muito mais caro que o de 80GB por exemplo, mas muita gente não entende nada disso e opta pela operadora que faz mais propaganda e domina o mercado. Para evitar aborrecimentos, brigas e mortes com o fim do mundo sem internet em casa, recomendo instalar o Networkx, um programinha que calcula quantos MBs você baixou e enviou em determinado período. Muito prático! Thx Sr. Robert!

Em um buraco no chão vivia uma guria…

opa, como assim, não era um hobbit? Hmmm, desta vez não.

Tudo começou com a minha paixão por Tolkien, seus livros e o desejo de conhecer a Nova Zelândia. Bem, o tempo chegou. A partir desde post contarei as minhas aventuras kiwis e não esperarei pra contar uma história e tanto somente quando voltar.

“É estranho, mas as coisas boas e os dias agradáveis são narrados depressa, e não há muito que ouvir sobre eles, enquanto as coisas desconfortáveis, palpitantes e até mesmo horríveis podem dar uma boa história e levar um bom tempo para contar.” (Tolkien, sempre com frases ideais para cada momento da vida).tumblr_inline_mph9v9ubJ71qz4rgp

Gente, que sufoco essas duas primeiras semanas. Tudo começou no aeroporto de Curitiba, dia 24 de abril. Choradeira até chegar em São Paulo e querer desistir dessa vida de intercâmbista e voltar pra casa. Desespero pra pegar a mala despachada que não chegava nunca, correr, correr, achar o guichê da LAN e pegar o próximo vôo para Santigo em uma hora. Beleza, consegui! Comidinha massa no avião, pousou lindamente e TARAN vôo cancelado para Auckland!! Motherofgod (calma gente ainda tem mais desastre pela frente).

A LAN ficou responsabilizada pela hospedagem, café da manhã e almoço. Até ai beleza, o problema é a fila que se formou na alfandega do aeroporto, seguida pela fila do busão para levar para o Hotel. Conheci outros loucos na fila e até brincamos sobre o Hotel que fica na frente do aeroporto, que acabaríamos ficando lá e tal. Passeamos pela cidade na madrugada, 2 da manhã, procurando hotel e com frio pra voltar pro ponto inicial. u.u Pelo menos vi que a cidade não era bem o que eu imaginava, é suja, pichada e meio obscura. Teria medo de andar nas ruas (pelo menos no centro).
Consegui um quarto duplo aconchegante no hotel, com chuveiro bem quentinho e INTERNET(Aleluia irmãos! Não existe Internet no aeroporto u.u) Outras pessoas conseguiram banheira e vista para as montanhas. É a vida.

Phynesse e ryqueza
Após o almoço, atravessamos a rua pra retirar o ticket no aeroporto. Sim, fila novamente, de uma hora. Fila pra passar pela alfandega, pra entrar avião e pra sentar. Peguei um lugar na janela, PERTO DA ASA que não dava pra ver nada e minha TV não funcionava, ficava verde nas partes escuras. Jesus. Ainda bem que uma alma bondosa (chamada Priscila) me emprestou a tv para assistir o Hobbit. Nada mais propício, né!
O segredo para aguentar as 14 HORAS de vôo é tomar muita água. Assim você levanta, faz umas amizades, estica as pernocas, rouba uma comida ali, outro suco lá das aeromoças. Dormir nem sempre é a melhor solução.
Beleza, chegamos em Auckland na sexta a noite (o previsto era chegar 17h antes)! Adiós para os chilenos, nunca mais quero ouvir castelhano por um bom tempo. Coitados de quem tinha outra cidade como destino, teve que dormir em outro hotel para pegar o vôo no dia seguinte. Enfim, o aeroporto de Auckland é bem divertido, tem paradas maoris e hobbitianas nos corredores, organizado e limpo.
 anões esculpidos em todos os lugares
arte maori!!
 “Bem vindo em um lugar onde a fantasia ganha vida”
Os kiwis da alfandega foram bem legais e atenciosos (ao contrário de outros lugares), sempre com sorriso no rosto. Saindo do aeroporto, peguei uma van-táxi chamada Super Shuttle, Paguei a fortuna de 48 $NZD para chegar na North Shore, pois estava muito cansada para pegar ônibus normal.As tragédias continuam.Fiquei em uma casa de família não muito acolhedora, que me desconsiderou e ignorou durante o sábado e a semana inteira (ou seja, fiquei em casa). Mostraram rapidamente o centro do bairro (Takapuna) a noite e no carro. A casa e as pessoas que nela moram possuem uma energia negativa, era só sair dela que tudo melhorava. O quarto era frio, a internet não funcionava direito e nem conseguia lavar o rosto na pia, pois a largura dela não ultrapassava 10 cm, ou seja, até pra lavar as mãos tinha que ser de revesgueio (lateral). Chorava toda manhã, quis pegar meu dinheiro de volta e ir embora desse lugar (fiz maior cena na escola na sexta, deu problema com o “suporte”, vish, muitas mudanças emocionais para uma guria só).
Na segunda começou meu curso. A escola é bem boa, professor também, mas o curso naaah. O que eu comprei era um curso mais difícil, não tão básico, claro, pois estava indo para um país desenvolvido, onde a educação é singular e superior a do Brasil. Doce ilusão. Vendedores sabem fazer o trabalho deles muito bem! Fica a dica: peça a matéria que será abordada no curso, não fique somente na opinião do vendedor e nem do que está escrito no site, onde tudo é maravilhoso. Reclamei da situação e o nível aumentou para a minha felicidade e desespero dos outros alunos. Também consegui trocar de família! yayApós tantas decepções (muitas ainda serão contadas aqui), estou feliz, não tanto, mas estou. Ainda preciso me adaptar aos preços altos e absurdos das coisas e ao estilo de vida kiwi. Mas pelo menos estou aqui! :3″O mundo não está nos seus livros e mapas. O mundo está lá fora!” (Tolkien, é óbvio)
 tumblr_mhytsljy9F1rcfff5o2_500