Impressões kiwis parte I

Algumas coisas que percebi durante minha estadia na terra média.

1.Os kiwis deixam o sapato na entrada da casa para não sujar o carpete (e evitar puxões de orelha da mãe). Mas também esquecem de por quando vão pra rua. E não é só adolescente que anda descalço na rua, vi muitas crianças pequenas com o pé preto andando por aí. Afinal, estamos na idade média e no meio de hobbits, pelo menos os pés não são peludos. Costume aceitável…até o dia que entraram com os pés pretos no tatami para treinar. Minha reação:
2

2.Não importa a temperatura, as meninas estarão de micro shortinho (coberto por uma camiseta larga) ou micro vestido indo pra balada ou fazendo compras. A possibilidade de estarem descalças é grande também. E o penteado da vez é um coque bem em cima da cabeça, não atrás bonitinho, mas no topo mesmo.

3.Apesar de produzirem muito leite e carneiro (60 milhões de carneiros para 3 milhões de pessoas no país), exportam quase tudo. E eu imaginando que pagaria barato.sheep
Doce ilusão.

Pelo que eu li, muita coisa não vale a pena produzir aqui, pois não cobram taxa de importação para alguns produtos, como carro, principalmente se for usado (um carro reba aí tá em torno de 2 mil dólares). Pagar 15 NZD por um kg de tomate quem nunca?

4. A galera bebe muito, mas muito mesmo, sendo que no início da noite já tem gente caindo. Como é proibido beber na rua a noite, vão pros bares e gastam uma nota lá dentro, já que não tem Ajax ou posto para concorrer. Aí ficam loucos, as minas lokonas indo até o chão vulgarmente, pegando o que aparecer pela frente e convidando gente para outros programas. No verão é comum ver um monte de gente caída dormindo na rua depois da balada. Se quiser voltar pra casa: ou você pega carona,  busão limitado (doze reais e a cada sei lá quantas horas) ou táxi com motorista de turbante.

5. As gurias usam saia e sapatinho para ir a escola e os piás bermuda, independentemente do tempo lá fora.

6. A influência inglesa é grande nesse país, tanto que eles tem o Queen’s Birthday, notícias diárias sobre a Inglaterra no “Jornal Nacional”, o sistema de ensino e uniforme e o maldito TOMATO SAUCE, que é o ketchup. E sim, você vai acabar comprando isso achando que é extrato de tomate.
omfgwhyyy
é KETCHUUUUUUUP

Enfim, já entrei em briga com kiwis falando que o certo é ketchup e pronto mas daí eles filosofam sobre a influência norte americana no Brasil, como se fossem mestres no assunto u.u Viro as costas e vou embora
bilbo no

7. As coisas funcionam muito bem por telefone: pouco tempo de espera, simpatia e envolvimento dos atendentes para resolver seu problema, informações detalhadas. Vale a pena ligar se for 0800. Resolvi os “pobrema” e “questã” do banco, do cartão de ônibus, da passagem aérea e da imigração.

8. O banco (pelo menos o meu) não cobra taxa para usar cartão de crédito, só o de débito. Dafuq.

9. Exceto os asiáticos, indianos e maoris, quase todo mundo é loiro com olhos azuis, alto e seco por aqui. Queria ver carninha nos lugares devidos? Só nas gordaças! Fico bem curiosa pra ver esse pessoal de biquíni no verão.

10. Até hoje não sei pra que lado olhar antes de atravessar a rua, pois a mão é inglesa (obviamente). Ainda bem que não dirigi por aqui, certeza que entraria na faixa errada e nem perceberia.
mr bean

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s